sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

' Esquecer ...

Eu sabia.
Mas você poderia ter me avisado.
Eu sabia que era perfeito demais para ser real, mas você poderia nunca ter aparecido.
Aliás, porque foi que você apareceu desse modo?.
Porque você sumiu desse modo... E agora que tenho certeza, o que eu faço? Já tinha me acostumado, terei de me acostumar a me desacostumar de você, e esquecer que quero esquecer para poder esquecer das palavras que flutuam até mim cada vez que vejo o verde jade das folhas de novembro.
Pois você me usou como alguem usou uma raposa, e meu campo continuará sempre a ser o sol da tarde, a lua no céu de veludo à noite, a lua cujas palavras não quero mais ouvir. Ela fala de você, fala do quanto eu pedí, e me lembra de todo o que eu perdí mesmo sem ter. Não quero mais ouvir, as esperanças que te pedí pra não perder, estão fugindo de mim. Assim como você.

2 comentários:

  1. Good shots!! Amazing blog!!

    http://balapertotarreu.blogspot.com

    Frank

    ResponderExcluir
  2. Nossa parece mto c/ algo q vivi...Mais as x é bom passar por certos acontecimentos pq nos tornamos pessoas mais pés no xão...
    E assim o mundo ñ pisará em cima d nós...

    bjus bom findi pra vc

    ResponderExcluir

Comente, de sua opinião !
obg ^^